Posts Tagged ‘rick e renner’

Chega ao fim a dupla Rick e Renner


Após mais de 20 anos cantando juntos, Rick e Renner se separaram.

A decisão partiu de Rick, após o parceiro ter se ausentado de diversos compromissos nas últimas semanas, reservadas para a divulgação do recém lançado trabalho, “Happy End”.

Os boatos de uma possível separação correram durante todo o ano, mas os motivos eram outros, como o disco lançado por Rick ao lado de seu filho, Victor, e a candidatura de Renner ao Senado.

As canções que estavam sendo trabalhadas nas rádios já foram cortadas, e no ano que vem, Rick se lançará solo, com um projeto provisoriamente chamado “Rick Sollo”. Ontem pela noite, mesmo, já foi feito um twitter com esse nome (@ricksollo).

No último final de semana, o cantor já se apresentou sozinho, mas a separação ainda será oficialmente anunciada.

___

Quanto ao motivo das ausências do Renner, vou deixar para comentar apenas quando eles próprios resolverem falar.

Fonte: Universo Sertanejo

Tem gente legal no mercado, mas outros estão brincando, diz cantor da dupla Rick & Renner


Divulgação

A dupla Rick & Renner está lançando Happy End, o 16º disco de carreira dos cantores. Além do conhecido sertanejo, segundo Rick, o CD traz influências de pop romântico e de rock and roll.

Entre as novidades musicais, está a canção que dá título ao trabalho, com participação do ex-cantor do Barão Vermelho, Frejat.

O R7 conversou com Rick para saber mais detalhes do álbum e o que ele pensa sobre a nova geração do sertanejo. Veja.

R7 – Como você define o novo CD, Happy End?

Rick – Estávamos há dois anos sem lançar um CD de carreira. Esse é o 16º disco e estou orgulhoso dele. A gente sempre se preocupa em diversificar o som, com temas e ritmos diferentes. De uns quatro álbuns pra cá, temos trazido pop e rock para as nossas composições. Tem uma coisa forte nesse que é a participação do Frejat, em Happy End. Então o disco tem essa pegada de rock e um lado romântico muito forte. E, claro, tem sertanejo e o caipira de raiz. Não fugimos da essência do Rick & Renner.

R7 – O que você acha da nova geração do sertanejo?

Rick – Tem muita gente legal no mercado, mas outros estão brincando. Tem coisa que não dá para ouvir… têm uns negócios que eu não sei como tocam na rádio.

R7 – Mas existe música boa?

Rick – Tem muita gente boa, como o Victor & Leo, Hugo Pena & Gabriel, Zé Henrique & Gabriel. Tem uma dupla, Jorge & Mateus, que eu não gostava deles no começo e hoje eu mudei de opinião. O novo CD é muito legal e eles estão muito mais maduros. O sucesso vem para todos, mas só vai ficar quem for verdadeiro, quem estiver fazendo sério. Isso acontece em todos os gêneros musicais.

R7 – Você acha que a internet ajuda a criar artistas que não são tão bons?

Rick – A internet é uma faca de dois gumes. Facilita muita coisa, mas expõe o artista de uma forma que não é legal. E eu falo até do lado musical. Hoje, quando você está querendo lançar um trabalho, já tem um monte de gente sabendo disso. Você não consegue mais lançar um CD com aquela expectativa que havia antes. Eles já colocam logo um trecho na internet. Tem até artista que coloca as músicas novas sem os arranjos completos, só para os fãs aprenderem elas para o show. Eu prefiro o método tradicional.

R7 – O que falta nesses cantores que, na sua opinião, são descartáveis?

Rick – Falta verdade musical nessas pessoas. Acho que existe uma preocupação em arrecadar dinheiro e aparecer, que acaba passando por cima do essencial que é a música. Hoje, toda música tem que ter público, todo mundo cantando junto. Aquela gritaria do CD ao vivo. Os cantores têm que parar de ir atrás de todo artista que faz sucesso. Não é só porque o fulano deu certo, que você vai atrás dele. Precisamos ter personalidade. Mas não quero ficar metendo o pau, cada um faz o que quiser. Eu acredito em um trabalho pensado, bem feito, bem arranjado. Eu quero fazer uma coisa diferente.

Fonte: Portal R7

Rick & Renner – Regravam sucesso de Alexandre Pires


Divulgação

Desde o início da sua carreira discográfica, que ocorreu em 1993, Rick & Renner mostram uma forte ligação com o samba, mesmo se dedicando à música sertaneja.

Eles foram dos primeiros cantores rurais a misturarem o mais brasileiro dos ritmos com os sons do interior do país, com ótimo resultado em termos comerciais.

Ela é Demais, de 1998, um de seus maiores sucessos, segue essa fórmula, e não demorou a ter outros seguidores.

Desde então, eles volta e meia gravam músicas com a mistura de samba e sertanejo, que tanto agrada seus fãs.

Para seu novo trabalho, Rick & Renner resolveram desta vez ir direto à fonte, relendo uma das mais lembradas canções do pagode dos anos 90.

Trata-se de Essa Tal Liberdade, um dos primeiros sucessos do Só Pra Contrariar, grupo mineiro que revelou Alexandre Pires.

A releitura da dupla deu à canção um toque sertanejo e também algumas guitarras roqueiras aqui e ali.

Fonte: R7.com

JÁ ERA!


Divulgação


O cantor Renner, da dupla Rick e Renner, enfim jogou a toalha. O sertanejo anunciou oficialmente que desistiu de sua candidatura ao senado pelo Estado de Goiás.
Na carta de renúncia entregue à direção do partido nesta sexta (17), Renner demonstra grande decepção e desânimo. Para os amigos, no entanto, Renner diz que se sentiu usado pelos políticos e pelo seu partido (PP), do qual, aliás, também pediu desfiliação.

Fonte: Beco Sertanejo

Rick, da dupla com Renner, abandona show após lata de cerveja atingir seu violão


Divulgação


Depois de Latino, foi a vez de Rick, da dupla Rick & Renner, abandonar o palco durante um show após alguém da plateia tentar atingi-lo com uma lata.
O episódio aconteceu no último dia 3, em Naviraí, Mato Grosso do Sul.
O cantor interrompeu a apresentação e, irritado, fez um discurso ao microfone.
– Eu vou pedir para o engraçadinho, o cara mais engraçado aqui, o cara que jogou a lata de cerveja no meu violão. Levanta a mão se for homem.
Na sequência, o músico tirou o violão, jogou o pedestal do microfone no chão e deixou o palco.
Renner, por alguns instantes, continuou o show sozinho.
Depois, segundo sua assessoria de imprensa, Rick se acalmou e voltou ao palco para continuar a apresentação.

Fonte: Portal R7

Renner é o candidato ao senado com maior rejeição em Goiás


Divulgação


Demóstenes Torres (DEM) está em primeiro lugar nas intenções de voto para o Senado em Goiás, segundo a 5ª rodada da pesquisa Serpes/O Popular divulgada na semana passada.
O democrata tem 30% das intenções de voto, Lúcia Vânia (PSDB) vem atrás com 22,9%. Pedro Wilson (PT) tem 8,8% e Renner, da dupla Rick & Renner, tem 4,3%.
Paulo Roberto Cunha (PP) aparece com 3,9% e Adib Elias (PMDB), 3,5%. Outros somam 2%, 4,8% votariam nulo e 16,9% não souberam responder.
Na pesquisa espontânea, no entanto, o número de pessoas que não sabem em quem votar chega a 67,4%.
Mesmo assim, Demóstenes está na frente, com 16,3%, seguido de Lúcia Vânia (8,5%), Pedro Wilson (2,3%) e Adib Elias (1,7%).
Na rejeição, o nome que se destaca é o de Renner, com 10,9%, seguido de Pedro Wilson (9,5%), Elias Vaz (7,8%) e Lúcia Vânia (7,5%).
Os eleitores que não sabem somam 7,8% e 57,3% não rejeitam ninguém. A pesquisa foi realizada entre 23 e 27 de agosto com 1.001 eleitores no Estado.

Fonte: Último Segundo